domingo, 25 de fevereiro de 2018

2º DOMINGO DA QUARESMA ANO B

Neste segundo Domingo da Quaresma, na 1 leitura Deus no põe à prova. Até que ponto o amamos acima de todas as coisas? Coloquemo-nos no lugar de Abraão por um momento e pensemos: qual tem sido nossa reação diante de Deus, quando Ele nos pede algo, e seja o que for?... Para Abraão, Deus pediu o único filho em sacrifício e pôde comprovar a fidelidade do coração daquele que seria um sinal da bênção divina para todos os povos.

No evangelho de Marcos (Mc 9,2-10), Jesus convida três discípulos - Pedro, Tiago e João, e os leva para um monte, lugar clássico de uma revelação importante. Aí o Senhor se transforma, se transfigura, diante deles e suas roupas ficaram brilhantes e tão brancas, aí aparecem Elias e Moisés – os profetas da lei, conversando com Jesus.


A transfiguração impressionou tanto os três discípulos que eles queriam permanecer aí - ‘‘ e Pedro disse: se quiseres vou fazer aqui três tendas: uma para Ti, outra para Moisés e outra para Elias’’ (Mc 9,5) -  desceu uma nuvem os encobriu e a voz do Pai nos alerta:  ‘‘ Este é o meu Filho  amado; escutai-o!’’ (Mc 9,7).


Uma boa semana e continuemos como
nossa oração em preparação a páscoa.

domingo, 18 de fevereiro de 2018

1º DOMINGO DA QUARESMA ANO B

Neste 1º Domingo da Quaresma em que o Espírito levou Jesus para o deserto, e ficou por lá durante 40 dias, e lá foi tentado por satanás, enfrentando as provações e tentações a cada momento.
O Evangelho de São Marcos nos chama a atenção, no que diz Jesus ao está na Galileia onde pregava o evangelho de Deus dizendo: “O tempo já se completou e Reino de Deus está próximo. Convertei-vos e crede no Evangelho!” (Mc1,15)
Para fazer parte do Reino de Deus é preciso duas atitudes fundamentais: conversão, para poder deixar de lado o pecado, que nos afasta do plano divino a nosso respeito: crer no evangelho de modo ativo, fazendo valer em nossa vida concreta tudo o que o Senhor nos ensinou com suas palavras e ações.
Três palavras chave que nos ajudam a fazer parte do Reino de Deus nesta quaresma e um bom discernimento e uma real mudança vida são: O Jejum, a oração e a caridade., essas são palavras nos impulsiona para bem viver este tempo de quaresma. O Jejum que agrada a Deus, conforme o profeta Isaías, é não só abster-se de pão, mas também repartir o pão, ou seja, o senso de partilha. A caridade vai na mesma linha: a dimensão social da conversão, partilhando nosso coração na construção a fraternidade. A oração como encontro pessoal com Deus que nos ama, nos dispondo à escuta da sua palavra para coloca-la em prática neste período da quaresma.  

Essas ações, que se destacam no tempo da quaresma, devem ser constantes em nossa vida    e nos levar a verdadeira mudança do coração.

Uma boa semana e continuemos como
nossa oração em preparação a páscoa.

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

HOJE QUARTA-FEIRA DE CINZAS - INÍCIO DA QUARESMA

Hoje Quarta-feira de Cinzas (14/02) iniciamos a Quaresma, que são quarenta dias de preparação para a páscoa, durante estes quarenta dias somos convidados ao arrependimento dos pecados, mudança de vida e oração mais intensa.

As Cinzas bentas colocadas sobre a testa ou cabeça nos fazem lembrar que vamos morrer; que somos pó e que ao pó da terra voltaremos (cf. Gn 3, 19) para que nosso corpo seja refeito por Deus de maneira gloriosa para não mais perecer.

Neste dia, é celebrada a tradicional missa das cinzas. As cinzas utilizadas neste ritual provêm da queima dos ramos abençoados no Domingo de Ramos do ano passado. A estas cinzas mistura-se água benta. De acordo com a tradição, o presidente da celebração utiliza essas cinzas úmidas para sinalizar uma cruz na fronte de cada fiel, proferindo a frase “Lembra-te que és pó e que ao pó voltarás” ou a frase “Convertei-vos e crede no Evangelho”.


Santa Missa nesta quarta-feira de  cinzas será na comunidade São Benedito as 19:30,   Avenida 01, Quadra Especial, Lote 03 - Bairro dos Minérios.

Durante a Quaresma também iniciamos a campanha da fraternidade que neste ano tem como tema: “Fraternidade e superação da violência” e lema “Vós sois todos irmãos” (Mt 23,8), que nos ajuda a olhar a situação sofrida de nossa sociedade e se empenhar pela causa da justiça, a fim que surja a verdadeira paz. Digamos sim ao Deus da Vida e deixemos que o Espírito nos conduza no deserto de nossa existência, a fim de podermos fazer uma verdadeira experiência de conversão. 

MENSAGEM DO PAPA FRANCISCO PARA A QUARESMA DE 2018


''Porque se multiplicará a iniquidade,
vai resfriar o amor de muitos'' (
Mt 24, 12)

Amados irmãos e irmãs!
Mais uma vez vamos encontrar-nos com a Páscoa do Senhor! Todos os anos, com a finalidade de nos preparar para ela, Deus na sua providência oferece-nos a Quaresma, «sinal sacramental da nossa conversão»,[1] que anuncia e torna possível voltar ao Senhor de todo o coração e com toda a nossa vida.

Com a presente mensagem desejo, este ano também, ajudar toda a Igreja a viver, neste tempo de graça, com alegria e verdade; faço-o deixando-me inspirar pela seguinte afirmação de Jesus, que aparece no evangelho de Mateus: «Porque se multiplicará a iniquidade, vai resfriar o amor de muitos» (24, 12).

Esta frase situa-se no discurso que trata do fim dos tempos, pronunciado em Jerusalém, no Monte das Oliveiras, precisamente onde terá início a paixão do Senhor. Dando resposta a uma pergunta dos discípulos, Jesus anuncia uma grande tribulação e descreve a situação em que poderia encontrar-se a comunidade dos crentes: à vista de fenómenos espaventosos, alguns falsos profetas enganarão a muitos, a ponto de ameaçar apagar-se, nos corações, o amor que é o centro de todo o Evangelho.


quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Paróquias de Parauapebas-PA se unem em prol da Fazenda da Esperança


Fazenda da Esperança
       No início da década de 80 em uma esquina de Guaratinguetá-SP, um jovem ex-dependente químico pediu ajuda e foi orientado a viver concretamente o evangelho para se recuperar. Nasceu assim, esse grande projeto social não governamental, um canal de evangelização com método próprio, moderno, no seio da igreja e da sociedade.
      Hoje presente em todas as regiões de Brasil e em 15 países, foi impulsionada em 2007 após a visita de Papa Bento XVI.
Fazenda da Esperança em Parauapebas
     À cinco anos, um grupo de amigos inconformados com a triste realidade local, passaram à visitar as unidades da Fazenda da Esperança mais próximas, Tucumã, Redenção, Coroatá, Palmas e Porto Nacional. Nas visitas fortaleceram o desejo de tê-la em nossa região, após o seminário realizado em Março/2014 foi dado início as tratativas que resultou entre outras conquistas a doação por parte da Vale S/A de uma área para a implantação da unidade em Parauapebas.
     No mês de junho/2017 foi dado início à construção da Unidade de Parauapebas, com a doação de pessoas que conhecem o projeto e são tocados pelo objetivo real, que é a recuperação de pessoas que hoje ainda estão sem assistência em nosso município e região. A obra está à todo vapor porém necessita de recursos para que ao final do ano tudo esteja pronto para o funcionamento, pensando nisso os párocos da cidade, Pe. Hudson Rodrigues (Paróquia Cristo Rei), Pe. Patrick Fernandes (Paróquia São Sebastião) e Pe. Luiz Cláudio (Paróquia São Francisco) resolveram tornar concreto o gesto solidário para com o projeto, fazendo com que as comunidades se unam e se mobilizem em prol da Fazenda, desta forma nos dias 17 e 18/02 a oferta de todas as missas/celebrações das três paróquias serão destinadas à construção, fazendo com que todos se sintam parte e colaborador da Fazenda da Esperança.